Reencontro Histórico em Avis

Os Birrentos reúnem Dom Nuno Álvares Pereira com o Mestre de Avis


 Após Constância, Montargil, Ponte de Sor, coube a vez de ir à Escola Mestre de Avis, lá foram Os Birrentos uma vez mais para o Alentejo, à fantástica localidade de Avis, em representação do Agrupamento D. Nuno Álvares Pereira. Foi uma tal birra que fizeram erguer dos seus túmulos as memórias de ambos os patronos.
Após uma inesquecível receção, as birras nas sessões da manhã apanharam de surpresa todos os alunos do 3º ciclo da escola de Avis. A biblioteca escolar já não podia albergar mais público, quando Os Birrentos começaram o seu habitual desfile de surpresas literárias, sempre com os maiores nomes da literatura portuguesa.

Birras e mais Birras, ditas, contadas, cantadas, declamadas, dramatizadas e ainda com surpresas pelo meio. E que surpresas! Os olhos dos alunos fixaram-se nos movimentos inesperados de cada birrento.
Da parte da tarde, após um calmo almoço na cantina da escola com a professora bibliotecária e uma colaboradora, professora de Língua Portuguesa, bem nossa conhecida,  Ofélia Rosário, lá aconteceu outra dose de birras, agora para todos os alunos do 2º ciclo.
Estes alunos mais novos tiveram ementa à sua medida. Embora sempre com a preocupação de dar a conhecer os nossos grandes autores, as dramatizações são sempre mais animadas cenicamente. A sessão decorreu como na parte da manhã. Foi deveras enriquecedora para todos.

Como vai sendo hábito nas sessões dos birrentos, no final de cada apresentação é promovido um pequeno concurso “ Atenção às Birras” onde, através de várias questões colocadas  sobre todos os textos apresentados aos alunos, se fomenta o diálogo interativo com todos, sendo distribuídos prémios aos que respondem acertadamente às perguntas dos Birrentos. E que prémios! Não há crise que valha! Sempre se arranja maneira de alegrar a pequenada com um símbolo de mérito pela atenção dispensada aos lusos autores evocados.


E, quando se pensava que tínhamos acabado as sessões, eis que se forma uma fila de alunos rodeados dos seus professores, para exigir autógrafos com dedicatórias personalizadas.
Esta parte dá realmente indicadores preciosos do entusiasmo despertado pelos Birrentos, eles próprios rendidos à energia positiva emanada destes jovens que os acolhem de maneira efusiva sempre que assistem às birras literárias. Nada melhor, para nos dar força para continuar, do que o convívio com a juventude entusiasta.

Até às próximas Birras....

Outra dose em Constância


23 de março… mais birras em Constância!

 O convite dirigido pelo professor bibliotecário da Escola Básica e Secundária Luís de Camões foi aprovado pela Comissão dos Birrentos.

E assim, pelas 10 horas lá estavam Os Birrentos, no espaço da biblioteca transformado em auditório, para mais uma sessão bem ao estilo divertido do grupo.

Os nossos grandes autores foram evocados de forma original e surpreendente, provocando a adesão dos jovens que enchiam a biblioteca.

Da parte da tarde, Os Birrentos atravessaram o Tejo e, no auditório do magnífico e moderno Centro Escolar de Santa Margarida, propuseram ao animadíssimo e atentíssimo público do 1º ciclo, a dose recomendada para esta faixa etária.


Como é habitual, os mais atentos às sessões da manhã e da tarde receberam fantásticos prémios no âmbito do concurso “Atenção às birras!”

E não vamos desistir!




Birras em Ponte de Sor


Barrigada de birras em Ponte de Sor
Tudo está em crise mas, no Alentejo, há birras com fartura. Pelo menos, durante todo o  dia 9 de março de 2012 Os Birrentos espalharam poesia e fantasia pelos alunos das escolas de Ponte de Sor, no âmbito da Semana da Leitura.


A birra começou por volta das 10 horas da manhã no moderno Centro de Arte e Cultura de Ponte de Sor. Não é que era tão forte que nem deu por falta da assistência na sala?
Será que fomos a Ponte de Sor e ninguém queria aturar Birrentos?
Será que alguém se enganou na hora?
Fomos beber uma água ao bar… e, quando voltámos, já não cabia mais ninguém no auditório! Afinal, ninguém faltou ao encontro com Os Birrentos!
Foi servida uma dose bem aviada de textos, música e dramatizações para todos,  confecionada ao estilo mordaz e satírico dos Birrentos.
  O Concurso “Atenção às Birras!”, proposto no final de todas as sessões dos Birrentos, continua a ser um franco sucesso. Exige concentração, capacidade de compreensão, e constitui uma agradável surpresa, uma vez que os jovens espetadores conseguem sempre e em grande número responder às perguntas que lhes são colocadas, acerca dos textos apresentados durante o espetáculo. Vários prémios foram distribuídos aos vencedores.
Da parte da tarde, repetiu-se a dose para outra plateia entusiasta. Ninguém se queixou de indigestão textual, muito pelo contrário!
Sendo assim, vamos continuando com os nossas birras.
Os Birrentos

APRESENTAÇÃO

O Grupo “Os Birrentos” é constituído pelos professores Arlindo Marques, Hugo Vaz e Adelino Escudeiro que integram o Projecto NAR (Nuno Álvares Renascido) da Escola Básica 2,3 D. Nuno Álvares Pereira de Tomar.
O Grupo foi criado com a finalidade de promover e alargar a visibilidade do Projecto NAR.
Assim, têm sido promovidos e apresentados, quer à comunidade do Agrupamento, quer à comunidade envolvente vários espectáculos culturais.
O trabalho do Grupo tem incidido em especial na divulgação de textos literários, históricos, e contos de autores portugueses, quer declamados, quer dramatizados, quer musicados.
O Grupo tem também vindo a elaborar textos originais, especialmente pensados e direccionados para os diferentes níveis etários dos seus espectáculos. O êxito alcançado por alguns espectáculos e sua projecção na comunidade envolvente incentiva-nos a atingir patamares mais elevados de originalidade e criatividade.

Envie as suas sugestões ou menssagens para o endereço:    osbirrentos@gmail.com

OS BIRRENTOS EM MONTARGIL (AH, QUE SAUDADES!)
23 de novembro de 2011

Ao sair de Tomar, e uma vez ultrapassada a altaneira cidade de Abrantes, o caminho que nos leva a Montargil é efetuado por uma estrada nacional em bom estado, que atravessa vagarosamente colinas e vales.

Chegados a Escola Básica 2,3 de Montargil, uma escola de média dimensão, o ar limpo da manhã refresca o pensamento, limpando-o do sono que ainda turvava as ideias.

Uma escola está à nossa espera. Toda comunidade escolar marcou presença na sala onde vai decorrer o espetáculo dos Birrentos.


Este ano, somos repetentes. Talvez por isso a sala, onde decorre uma bela Feira do Livro, se encontre cheia.

 Os textos vão sendo apresentados, com crescente encantamento da assistência. Fernando Pessoa, Camões, Mário Henrique Leiria, Rómulo de Carvalho, António Aleixo, José Afonso entre outros, convivem por momentos na sala entusiasta.


Quando pensávamos que o espetáculo tinha terminado, a assistência, como um corpo só, levantou-se e exigiu mais, ignorando o chamamento do toque de saída que se ouvia timidamente.


Houve mais encanto. Apresentámos mais uns textos. Fez-se então Natal por uns minutos, com os Birrentos e toda a comunidade cantando em coro o nascimento ocorrido em Belém há dois mil e tal anos.

Depois deste momento emocionante, e quando nos preparávamos para arrumar os nossos adereços, deparámo-nos com uma fila de alunos que exigiam autógrafos no folheto do programa da sessão.
Foi uma manhã verdadeiramente extraordinária e inesquecível. São momentos como estes, que movem os Birrentos  e que fortalecem a sua convicção de que vale a pena divulgar os nossos autores e a boa poesia lusa, junto dos jovens. Não se julgue que os jovens não apreciam poesia, nem que não gostam de ler.

Por isso, a aposta dos Birrentos na qualidade, acreditando sempre na capacidade dos mais novos em apreciar e querer conhecer melhor a nossa literatura.
Afinal de contas, em pleno Alentejo, Luís de Camões foi dos poetas mais ovacionados pelos jovens. Aposta ganha, sem dúvida.

Da parte da tarde, após um saudável almoço de convívio com alguns colegas desta escola, realizou-se uma outra sessão, desta vez para os alunos do pré-escolar e do 1º Ciclo.
Mudança de registo, por parte dos Birrentos. Novo programa, novo encanto, numa sala novamente a abarrotar. As crianças presentes demonstraram uma empatia com os textos apresentados pelos Birrentos, desde a euforia coletiva até ao mais absoluto silêncio, provocados pela atuação do Grupo, demonstrando deste modo e mais uma vez, que a poesia é para todos.

Agradecemos, uma vez mais o convite da Escola EB 2,3 de Montargil, na pessoa da professora Cristina, professora bibliotecária que encetou esta parceria com a Escola EB 2,3 D. Nuno Álvares Pereira.

 Ficou entretanto o convite para a colega Cristina, que é também uma ótima contadora de histórias, trazer a sua magia e fantasia aos nossos alunos. Cá a esperamos em 2012!

NATAL (EN)CANTADO

Dizer, Cantar e Celebrar o Espírito de Natal


Eis os BIRRENTOS na comemoração do Natal de 2011 em 15 de dezembro de 2011.

Atividade promovida pelas áreas disciplinares de
 Francês-Espanhol

 

 



Alunos das Turmas: 6ºD,7ºB, 7ºC, 7ºD,7ºE, 8ºB, 8ºC, 8ºD, 8ºE

Professores: Hugo Vaz, Mª João Rito, Paula Vaz (DT-8ºC), Rosa Lopes

e colaboração (preciosa) de Cláudia Lopes e do Grupo Os Birrentos

Comemoração do dia Internacional
 das Bibliotecas Escolares
auditório da escola D. Nuno Álvares Pereira
28 de outubro de 2011

Mais uma vez os BIRRENTOS em ação. Sessão para a comunidade escolar onde como sempre foram lidos e dramatizados textos de vários autores.

No final, um pequeno concurso prometido aos participantes no sentido de responderem a algumas questões sobre os autores e textos apresentados.

video

 
Pelos vistos todos estiveram atentos e os que primeiro responderam acertadamente tiveram direito a um prémio simbólico recebido em palco pelos BIRRENTOS.´